quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Acumulou!

— Lá em Pato Branco tem uma senhora de nome Joanete Consuelo que apostava todo dia na mega-sena. O marido dela que dava o dinheiro.
— E daí?
— Daí um dia ela parou de apostar e foi guardando todo dia o dinheiro da aposta num cofrinho daí.
— E o que aconteceu?
— Ela nunca ganhou na mega-sena.
— Quem quer saber disso, polaca? Some daqui! Que história mais sem sentido.
— Claro, porque não terminei.
— Ai, ai, ai.
— Daí, depois de muitos anos ela ficou rica.
— Mas você não disse que ela não ganhou na mega-sena?
— O cofrinho tava cheio de notas de dois reais.

4 comentários:

Ariane! disse...

Bacana... Boa idéia!!!

layne disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

nossa... mas isso demorou bastante, nao?

Nicácio disse...

A maior riqueza é longevidade. rsrsrsrs

williamgomes disse...

Se eu soubesse que desse tempo...