domingo, 12 de abril de 2009

O Mal do Século


Cantou Renato: “O mal do século é a solidão / Cada um de nós imerso em sua própria arrogância / Esperando por um pouco de afeição”.

Acho que ele estava certo, a solidão é o mal do século (se bem que neoplasmas malignas, SIDA e aquecimento global também o são).

Mas, veja bem… humano nenhum vive bem sozinho. Não estou dizendo que precisamos de outras pessoas pra “dar o pezinho” enquanto subimos num coqueiro e pegamos nossa fonte de nutrição. Digo que ter outra pessoa pra conversar e compartilhar seja lá o que for, desde segredos a idéias, é necessário.

Temos no mundo, hoje, mais de 6 bilhões de humanos. É muita gente! Entretanto, percebo que quase todos são muito solitários (analisando profundamente), principalmente nos lugares onde há uma maior aglomeração de pessoas. Das duas GRANDES cidades que já visitei até hoje (Salvador e Recife), consegui perceber que muitos de seus habitantes são bem solitários. Aliás, conheci pessoas que vivem num nível de solidão intrigante. Pessoas ricas, relativamente bonitas e dotadas de peculiar capacidade intelectual, mas mesmo assim não têm amigos e vivem na terapia. Por que será?

Há diversas explicações. Renato nos deu uma. As pessoas são demasiadamente sozinhas e não cedem de maneira alguma. Elas são presunçosas, intolerantes e suficientemente exigentes. Querem que todos sejam iguais a elas. Querem receber sem dar. Esperam que seu clone caia do céu compreendendo-as, mas não se esforçam nem um pouco para entender o outro. E nesse pseudocálculo onde “A” é igual a “C”, o resultado é sempre “Error”.

Pessoas com dez dedos partilham uma amizade… Porém quando encontram um enedáctilo caem de pau sobre ele. Não toleram o fato de outrem ser diferente. Excluem o coitado, deixando-o vagando pelas ruas da árdua procura de outro desprovido de um dos quirodáctilos.

Não obstante, muitos impedem que outros cosam seus belos bordados, pois não permitem que esses peguem o fio da meada.
— Oi, quer ser meu amigo?
— Você tem amigos?
— Não!
— O quê? Eu nunca seria amigo de uma pessoa que não tem amigos.
Fica complicado assim.

6 comentários:

Jefferson Prime disse...

caramba achei bacana o texto e o jeito que vc escreve isso é se for de sua autoria...muito bacana...

fui

I want it all ~ disse...

Parei pra ver o filme japonês pq eu queria ver se é tão bom quanto toda a cultura japonesa.. relaxa, cara Ô_O

MARCOS LEITE(POETA D'ALMA) disse...

"a solidão é a melhor compania que alma tem a desabafar"
marcos leite

realmente nos humanos somos muitos solitarios,mas por motivos que asvezes queremos tudo pra nós,pensamos sempre que nós tem certeza em tudo,por isso que muitas vezes não encontramos grandes amizades!


estou sendo seu seguidor!

espero sua visita!

http://marcosleitte.blogspot.com

Aura sacra fames disse...

Gostei do blog, possui uma proposta interessante.

Sobre a solidão resta pouco a se dizer, porém arrisco afirmar que enquanto o egocentrismo estiver arraigado na alma de muitos, a depressão tenderá a aumentar, afinal só estamos preocupados em lucrar.


Abraço
aurasacrafames.blogspot.com
Por uma sociedade diferente!

jaka disse...

o Mal secreto!

william disse...

Assim como a solidão é uma boa companhia, muitas companhias nos fazem sentir só.