sexta-feira, 1 de maio de 2009

Dividir para conquistar

Meu Deus, um emo!! Adoro emos!!
― Não suporto emos. Aposto que são todos boiolas!
― Comunista!!
Herege!!!
― Ateu!
Estamos sempre julgando e tachando as pessoas: velho, rico, burro, feio, esperto, malandro, inteligente… Parece que temos uma necessidade de classificar todos para entender o outro. Ao dizer que certa pessoa é estúpida, você a limita a apenas um conjunto de "ações de pessoas estúpidas", ou seja, um personagem e não um ser humano.
A humanidade se divide mais e mais, tornando-se cada vez mais distante de si mesma. Política, religião, futebol, sexo e música que, teoricamente, deveriam Nos unir, Nos separa e Nos coloca uns contra os outros, pois como não Nos enxergamos no outro, Nos vimos como espécies diferentes e rivais de uma disputa imaginária. E o engraçado é que quando se entra em contato com alguém diferente, percebe-se os mesmos medos, inseguranças e indecisões que você. A patricinha e o metaleiro também sofrem, sorriem e sangram igual ao pagodeiro e o nerd. Então pra quê esse abismo entre todos? Se respiramos o mesmo ar, bebemos a mesma água e lemos o mesmo blog, por que raios espancamos, queimamos, matamos e ferimos a nós mesmos?
(Ativar Modo Piegas) Criamos paredes invisíveis para nos proteger do frio, sem dar conta de que… Melhor parar por aqui antes que alguém chore.
Namasté

8 comentários:

Hique disse...

Principal motivo da historia sangrenta do homem.

separação

desentendimento

! ROCK ! disse...

Eu sentia raiva dos emos, por estarem estragando a cena do rock n roll.
.
Mais agora percebi, que moda não dura muito tempo e logo desaparece.
.
Nada contra quem curte ou é, bom texto.

Giuliano Marley disse...

Sem dar conta de quê?

infoerock disse...

Sobre se é eu mesmo que e escrevo os textos é meio mesclado o que tem lá, as falas geralmente são mantidas intactas, tem dias que eu tô com tanta preguiça de escrever que simplismente pego um texto qualquer na internet por ai e boto a fonte em baixo, ñ sei se é certo ainda fazer mesclado, tem certo perigo de algumas pessoas reclamarem pq viu parecido em outro site

Sobre o seu blog achei muito bom seus posts, esse último é realmente verdade quando a gente se encontra com alguém que é diferente a gente sente um certo "clima" mas quando a gente conhece a pessoa mais a fundo a gente descobri que as diferenças são melhor do que alguém muito parecido com a gente XD

Abraço e obrigado por comentar no meu blog, tô com a impressão que tô levando muito calote hoje e isso é ruim T_T

Lara Sousa disse...

Adoreii o post, e penso como você semrpe estamos roulando as pessoas, por pequenas atitudes, mas o que não percebemso é que somos todos iguais, vinhemos do mesmo lugar e voltaremos para ele;

beeijos

Lara Sousa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mari disse...

Eu penso da mesma forma que você, apesar de rotular bastante as pessoas.
Acho que na verdade esses rótulos (que quase sempre nós mesmos que escolhemos), servem pra se encontrar pessoas com interesses em comum e isso não faz com que percamos nossas origens ou sentimentos.
Mas da mesma forma que eu tenho o direito de gostar de determinada coisa, outra pessoa tem o direito de não gostar.
Mas dai desvalorizar o que outra pessoa gosta e se achar superior já são outros quinhentos...

Beeijo

Bersebah disse...

Muito bom o texto, apoiado o que escreveu!

Realmente nossa sociedade é muito limitada, e muito juiza de nossas vidas.
Acabamos sendo vitimas de preconceitos, e julgos advindos de muita coisa, que realmente nos afasta cada vez mais, e isso que estamos bem distante dos seculos antigos de senhor feudal e coisa e tal, mas mesmo assim acabamos por seguir pelo mesmo tipo de sistema de classes e poder.

Parabens pelo conteudo do blog, muito bom.