sábado, 16 de maio de 2009

O bom e velho "Se"

SE Ernesto tivesse virado à esquerda como faz todos os dias, possivelmente teria parado em frente à vitrine de uma loja para admirar uma jaqueta que estava em destaque. Ele provavelmente se atrasaria para o trabalho, pegaria um atalho e veria um assaltante roubando uma velhinha. Ele viria ajudá-la, o que afugentaria o meliante. A senhora agradeceria e prometeria tomar mais cuidado. Ernesto teria uma boa desculpa pelo atraso e talvez resolvesse aproveitar o resto da manhã, vendo um bom filme no cinema.
SE ele decidisse se sentar na terceira fila e notasse que perdeu as chaves, ao se levantar para procurá-las esbarraria em uma linda moça que, embora nunca a tivesse visto, sentiria uma nostalgia inexplicável. Ele a convidaria para assistirem ao filme juntos, e a garota, apesar de receosa, diria sim. SE depois do cinema Ernesto a convidasse para comer algo, a moça aceitaria seu convite. Ele talvez elogiaria os lindos cabelos ruivos da garota que, sem jeito, daria um belo sorriso. Os dois provavelmente se apaixonariam um pelo outro e talvez se perguntariam como viviam antes de se conhecerem.
SE Ernesto tivesse virado à esquerda, aquele teria sido um grande dia, pois quando chegasse ao trabalho e explicasse a situação ao chefe, este ficaria estupefato por que a senhora que ele salvaria mais cedo era sua mãe. O patrão de Ernesto, agradecido, lhe daria uma boa recompensa em dinheiro e uma promoção no seu emprego. Talvez com o dinheiro do prêmio Ernesto poderia pagar a operação do seu pequeno e enfermo irmão.
SE Ernesto tivesse virado à esquerda naquele dia, se atrasaria para o trabalho, salvaria uma pessoa, conheceria o "amor de sua vida" e seria promovido. Mas Ernesto, justamente nesse dia, achou melhor pegar um caminho diferente para sair da rotina, e virou à direita.

22 comentários:

FOX disse...

Excelente post! Incrível muito bom para refletir nas nossas atitudes diárias, sei que não nenhum Ernesto, mas pra ir até o meu estágio eu tenho que anda 15 minutos e pegar um ônibus, outro dia preferi andar 5 para pegar 2. A pior coisa que fiz no meu dia, comecei ele totalmente extressado, peguei todos os engarafamentos e finalmente cheguei super atrasado,no final...não tive tempo pra descaçar, foram ocupações o dia todo! O ser humano tenta fugir muito da rotina, mas às vezes, a rotina é tudo que precisamos, o que se tem a fazer é estudar o que da rotina estamos construindo!

Adriano Pelegrini Monteiro disse...

mto bom seu texto.. da pra refletir um pouco...rs


abrçss


Meu Blog
http://colunasdehercules.blogspot.com



TWITTER
http://twitter.com/c_hercules

Tute Braga disse...

Muito bom mesmo o seu texto!
E como foi dito acima, dá pra refletir muito sobre nossas escolhas cotidianas, né?
Muito bom o seu blog tb!
Parabéns!!!
Bjs

http://morando-junto.blogspot.com/

Patrícia disse...

É..."vc disse q não sabe SE não,mas tbm não tem certeza que sim, quer saber quando é assim deixa vir do coração!"(Djavan)
A gente faz escolhas... e como saber as consequencias delas? Sair da rotina pode significar um atraso, uma tragédia, assim como pode ser a salvação! Tem como saber não... hehe!
E os caminhos mais fáceis nem sempre te levarão ao paraíso! O negócio é viver! Fazer bem tudo que temos pra fazer... e um dia a gente salva alguém, tropeça no nosso grande amor, quiça é promovido na empresa!!! Bjsss, gostei do post,da escrita, do blog e até a barba! rsrs,bjs!

One Day disse...

Adorei o texto.
Fiquei pensando...
omg, eu odeio isso de "SE"
beeijos
http://andnobodyelse.blogspot.com/

william disse...

Ernesto pode ter perdido algo hoje, mas quem sabe amanhã ou depois?

De todas as metáforas que a vida ganha, a de "loteria" a representa muito bem.

Vanessa Gomes. disse...

Vi a foto de "Giuliano Marley" em algum blog e, como aventureira de blogs sou, fui ver se o dito cujo era possuidor de algum.

E não é que era?

Parceria com Fabiano Che se não me engano.

Pois bem, vim ao blog. Confesso que não li tudo.
Mas o pouco que li me agradou muitíssimo, principalmente esse texto "O bom e velho 'se' ". Gostei bastante.

Ah, e já aviso que virei aqui mais vezes.

Peço permissão. No meu blog há uma área de "Outras mentes". Uma área onde coloco blogs que acho interessantes e valem a pena ser lidos. Posso referenciá-los lá?

Abraço!

Fabiano Che disse...

Obrigado pelos elogios, retribuirei as visitas. Valeu pela barba Patricia(;p). Permissão concedida Vanessa.

natã disse...

Moss o texto foi masa d+...
vc ta se superando fabiano...
da q uns dias vira escritor famoso...uashdiuahsd....
muito massa msm....
Ass: Natã, Button

Billy! disse...

Demais esse texto!

www.conto-um-conto.blogspot.com

O grude disse...

Muito bom o texto. Eu já pensei nessa questão do SE. Ele muda muita coisa, seja para o bem ou para o mal.

Simone disse...

Muito bom o fundo do blog beijos

Vanessa Gomes. disse...

Ahhh Fabiano.

Há homens que nos compreendem, os gays, por exemplo.

E há os que amam. E quem ama, já entende por natureza.

^^

Obrigada pela visita.
Volte sempre.
=)

Welma disse...

Fabiano meu caro, estou tentando ressucitar. Ah SE eu achasse um cristo para isso!?!

Quanto ao post: perfeito! Lembrei do meu adorado Quintana: "ah que essa vida é automática!"

Abraços!

♪ Viíh disse...

• Parabééns pelo Blogger . Muito interesantê e o texto éé perfeito para refletir sobre as nossas atitude do dia-a-dia. Só Q ndâ nessâ viida éé por casô . ;)

Obrigado por visitar & Comentar no meô Blogger. Sejâ senprê been viindô. (Hoje irei postar sobre o acaso)

???? disse...

Muito interessante esse texto, as vezes nos cansamos da rotina nossa rotina mas temos que fazer de cada dia "o dia", como nao fazemos isso perdemos grandes oportunidades, como aconteceu com o Ernesto.
Adorei seu blog e adoraria mais ainda se passasse no meu: http://thaischagas.blogspot.com/
beijos, sucesso.

Grazi disse...

O grande problema das pessoas é sempre se prender no "se eu tivesse feito isso ou aquilo...", acredito eu, que por muitas vezes é por não querer encarar a realidade.
bjus

Pâm Cristina LF* disse...

Obrigada pela visita no meu blog sobre o Luis Fabiano!
Pra vc que não sabe quem ele é....
simplesmente o atacante da nossa seleção brasileira de futebol :)

abraços

BRUNO disse...

Ótimo post! Uma ideia simples que significa muito... Lendo esse texto, me lembrei da cena do filme do "Benjamin Button" onde ele vai narrando uma cena do acidente, na mesma perspectiva do "se"... Parabéns!

http://tempo-horario.blogspot.com/

BRUNO

Vanessa disse...

Giuliano!!!

"Ela me viu, agora se esconda!"

Boiei. Explique-se melhor, iUHAOiuhaoiuaoah...

Brincadeira!

Independente de parceria, eu gostei aqui do espaço e já estava referenciando seu blog lá, independente de quaisquer parcerias posteriores.

Seu blog já está lá!
=)

Virei sempre aqui para mais atualizações.

P.S. Esse blog é bem badalado, em?

Vanessa disse...

Ah, outra coisa? Você já tinha passado por lá pelo meu blog? Pois então, como vc diz, de "cara lavada" devia ter comentado, IUAhoiauhoiuohaa...

nicacio disse...

Esse tá de mestre, muito bom mesmo.