domingo, 10 de maio de 2009

Presente do Dia das Mães

O que você deu de presente pra sua mãe hoje? NÃO, NÃO! NÃO ME CONTE! Não quero saber, pois, pelo menos pra mim, tanto faz… […] Espero que não seja um sofá ou um liquidificador… Ei, calma, tanto faz mesmo. Mas saiba que seria estúpido da sua parte dar esse tipo de presente (apesar de eu acreditar que as pessoas fazem o que quiserem com suas próprias vidas, inclusive dar qualquer presente). Mas… é que…
Bem, hoje é o chamado “Dia das Mães”. Dia em que finalmente damos um presente pra elas. Uns dizem que não dão presentes no dia de hoje, pois presentes têm que ser dados o ano inteiro, não numa data predeterminada; outros dizem que mãe é tudo e que merece todos os presentes do mundo. Então, cada um faz o que quiser. Eu acho interessante a idéia de tirar um dia desse calendário falível para homenageá-las. E quanto aos presentes, bem…
A idéia de mãe está tão estereotipada graças à geração machista antecedente (por que não dizer atual?). A imagem que se tem de mãe é aquela que acorda antes que você pra fazer seu café, que está lhe esperando pro almoço com a comida prontinha, que limpa a casa, ou seja, uma empregada doméstica que não é remunerada. A maioria das mulheres da última geração que se tornaram mães virou, conseqüentemente, donas-de-casa. Há uma visão inconsciente de que mãe não é mulher. Talvez por isso tapetes, fogões e jarras de suco sejam os presentes mais dados.
Se você deu esse tipo de presente, não sei, mas diria que és um fraco que deixa ser bombardeado pelas propagandas que atacam de todos os lados. Já reparou como as lojas de móveis e de itens domésticos anunciam tanto nesse época do ano? Dizem que fará sua mãe realmente feliz comprando a linda e magnífica TV de 42" usada por todos. São capitalistas? Sim, também, mas são, principalmente, aproveitadores, pois usam essas idéias preconcebidas conforme suas necessidades.
O que você acha que sua mãe vai fazer com aquela geladeira nova, com aquela mesa de mármore, com aquele conjunto de panelas, que você deu? Trabalhar mais… e gratuitamente… pra você. Oh, good for you, mas não pra ela que o carregou 9 meses na barriga, que teve todos os seus hormônios modificados, ficou com pés inchados, constipação, dores nas costas, mudou o humor, que ficou horas em trabalho de parto com um médico “medindo” o tempo todo, ou que passou por uma cirurgia, teve 7 camadas de seu corpo cortadas, foi costurada e, mesmo com todos os pontos, acordava de 3 em 3 horas, durante meses, para dar à sua pessoa o que comer e que recebeu mordidas no bico do seio enquanto fazia isso. Uma pessoa que trocou fraldas e ainda se preocupava em analisar o cocô. E é a pessoa que a gente sempre chama quando acontece alguma coisa. Sim, porque quantos que vocês conhecem acordam no meio da noite e gritam "PAI!"?.
Pense nisso. Talvez ela diga que amou o presente, mas no fundo está frustrada. Ela estava querendo aquele vestido azul ou aquele CD do Roberto Carlos. Sim, talvez ela tenha dinheiro pra comprar essas coisas, mas não teve a satisfação de recebê-lo no dia em que disseram que seria o dia dela. Você não quer ver sua mãe privada da satisfação dum desejo ou duma necessidade, quer?

5 comentários:

william disse...

A coisa mais digna de Dia das Mães que já li/ouvi.

Moderador disse...

bom blog cara

visita o meu?
www.i-aew.tk

abraço

Grazi disse...

Olá, todo ano minha mãe diz: "Por favor não quero eletrodomésticos e nada para casa..." rs e sempre sigo as sugestões dela, acho melhor assim.
Aceita parceria?
Bjus

Welma disse...

E o pior é que mulheres não recebem esses presentinhos de grego só nos dias das mães. É no amigo secreto do natal, no aniversário, no dia da avó (se já for vovó, é claro! rs), na semana santa dos afilhadinhos queridos....

Mas fico feliz que alguns homens já pensam diferente. Espero que vc possa multiplicar esse olhar por aí Giuliano.

Fabiano Che disse...

Viva os Dias das Mães

Welma vc não morreu. Que bom